Login form protected by Login LockDown.


runwildlivefreelovestrongEm 2012, vimos o surgimento de uma das maiores surpresas da música cristã for King & Country. Joel e Luke Smallbone, são irmãos, eles possuem talento no sangue, e sua estréia com o álbum Crave, deu um gostinho desse potencial. Para alguns, ouvir a banda não passa de ser mais do mesmo, principalmente por conta dos elementos pop que a dupla insere em suas canções, mas você se dá conta de ver algo novo quando se tem a oportunidade de assistir ao show que um dos mais divertidos e elegantes que existe na música cristã atualmente.

E no ano de 2014, lançaram o novo álbum , mesmo com Luke passando parte do seu tempo no hospital se tratando de um problema de saúde. O novo álbum “Run Wild. Live Free. Love Strong ” vem com melodias crescentes, ritmos que nos conduzem, musicalidade teatral e temas pessoais são as pulsadas que ouviremos em cada faixa.

“Um componente muito importante e emocionante deste novo álbum é que ele veio após mais de 300 shows que fizemos”, diz Joel. “Nós temos conosco, cinco membros na banda e que pegam estrada conosco. Depois de passar inúmeras horas em vans e no palco juntos, um vínculo criativo profundo foi formado. Fizemos muitas descobertas ao longo dessas viagens e o amor pelo ritmo, o nosso entusiasmo pela teatralidade e a beleza de como uma letra de música pode tocar o coração de alguém, fizeram com que essas experiências ganhassem um excelente trampolim para uma versão nova e mais desenvolvida de for KING & COUNTRY”.

O álbum é como uma revista musical que documenta os últimos três anos de vida dos irmãos, um tempo de crescimento, transição, revolução e revelação de mudança de vida. Além de seu sucesso profissional, Joel se casou e Luke se tornou pai durante este tempo. Mas Lucas também enfrentou uma doença com risco de vida, que alterou para sempre a sua perspectiva. Ao experimentar grandes profundidades de dor e medo, ele agora tem mais alegria e esperança do que nunca.

O destaque do álbum fica por conta da faixa Without You, que apresenta de forma inesperada a esposa de Luke, Courtney, nos vocais e foi a música mais difícil que Luke já escreveu. Quando ele estava no seu pior, sua mulher temia que ela poderia perdê-lo, e mesmo assim ela disse a ele: “Luke, você simplesmente não pode me deixar aqui”. Luke diz: “As letras me deram a visão e a esperança pelo que estava por vir. Eu sei que eu tenho hoje, mas eu não sei se eu tenho amanhã, então nesse momento, eu vou rir, e eu vou dançar, se puder. Se esta doença era para me levar, eu levaria como um homem muito esperançoso”.

As filosofias de esperança e de amor foram perpetuadas pelos seus pais, que criou seus setes filhos em Sydney, na Austrália, antes de se mudar para Nashville em 1991. Seu pai trabalhava como promotor de música, então os garotos muitas vezes acompanhou-o em shows. Em sua adolescência, eles também cantaram como backing vocal para a sua irmã, a conhecidíssima Rebecca St. James. Quando Luke tinha 19 anos e Joel 21, os dois formaram uma banda e começaram a viajar em letras de música e a gravar por aí.

Vindo de uma herança musical rica na família, os irmãos também carregam com eles uma espécie de mantra, o valor de uma mulher, bem como incentivar a si mesmos e os outros homens para reforçar e destacar-se a proclamar que o cavalheirismo não está morto. “Parte do DNA de for KING & COUNTRY é a ideia de respeito e honra em relacionamentos e mulheres sendo inestimável”, diz Joel. “O que temos encontrado tanto em nossas crenças é de que os homens é são pessoas iguais. Ninguém é uma commodity e todo mundo merece ser amado e assim como Ele nos amou também”.

“O melhor legado que posso deixar é se eu sou um bom pai e um bom marido. Se o meu ambiente familiar estiver fora de sintonia, eu não sei se eu seria mesmo capaz de escrever canções mais”, diz Luke. “Um monte de minha paixão e zelo pela vida é porque eu tenho uma esposa que conta comigo e um filho que olha para mim e diz: ‘Dad’. Eu não posso acreditar o quanto de amor que ele tem em seus olhos quando ele diz essa palavra. Eu posso ver a total confiança e segurança que meu filho sente quando está comigo. Quando ele começou a andar, muitas vezes eu pensei que, se eu pudesse correr como o maior corredor faz e viver uma vida que abraça a aventura dessa forma, eu acho que vou ver a vida de forma inteiramente diferente”.

E é aí que reside a frase que acabou por se tornar não só o título de seu segundo álbum, mas também uma declaração do que significa ser verdadeiramente vivo. Joel resume desta forma, Run Wild. Live Free. Love Strong. é uma declaração de recuperar nosso direito de nascença, como seres humanos, para viver uma vida que é para os outros, e em encontrar o que realmente significa correr por aí, totalmente livre com muito amor”.

Você adquira o novo álbum via iTunes.

Viva o spotify, que você agora tem acesso ao melhor que há no mercado fonográfico cristão mundial, estes dois irmãos merecem ser ouvidos e divulgados pela qualidade em suas músicas. Eles compõe cada faixa do projeto e estão envolvidos em projetos sociais que defendem a honra da mulher, legal não?