Login form protected by Login LockDown.


Partimos do ponto de vista que o nome Darlene Zschech é sinônimo de música de adoração. Não importa se em carreira solo ou junto com a congregação parece que seu trabalho é o mesmo que sempre foi: Declarar Jesus em adoração e trazer as pessoas ao Seu trono. Ela está fazendo o que ela faz de melhor em seu mais recente álbum ao vivo, Revealing Jesus.

Foi líder de música da mega igreja australiana Hillsong durante anos, desde 1996, ano em que foi descoberto o álbum “Shout to The Lord”. Ela tem vivido uma popularidade sem precedentes. Antes disso adorar costumava ser algo mais rígido e sem brilho, Hillsong pegou essa rigidez e a falta de brilho e se despiu disso tudo e trouxe a dança e o levantar de mãos para dentro da igreja e tudo para estar diante da presença de Deus. Darlene Zschech nunca lançou um álbum ao vivo em carreira solo. Embora tenha lançado três excelentes álbuns de estúdio, Revealing Jesus marca sua estreia gravando um álbum ao vivo sozinha, álbum que foi gravado na Church of the Highlands em Birmingham, Alabama, em 28 e 29 de setembro de 2012 e após o lançamento não tem como não afirmar que é o maior álbum congregacional ao vivo gravado em anos, uma obra prima!

Revealing Jesus utiliza um modelo Hillsong, claro que soaria assim por que quem construiu a imagem do Hillsong foi Darlene e não poderia ser diferente este álbum e podemos até considerar que seja um álbum nostálgico, porém moderno pelas obras inclusas no projeto, já que Hillsong mudou muito após a saída da cantora. A obra ganha mais peso pela obra ser ter uma produção musical de Israel Houghton, o multi-ganhador de Grammy’s Award e grandes ministros como Kari Jobe, Michael W. Smith e Mirian Webster que dão um peso a mais no projeto. Mesmo tratando de um álbum solo a cantora coloca em prática o que escreveu em seu livro “The Great Generational Transistor” que divide seus vocais e até mesmo deixa de aparecer em algumas canções dando destaque a seus vocais de apoio e as vezes até à banda que a acompanha, um bom exemplo para ministérios de música por aqui.

As canções do projeto demonstram que Zschech é mais do que apenas uma cantora, ela é uma pessoa que adora e conduz o povo a adoração. A faixa de abertura é uma explosiva canção de celebração God is Here – Deus está Aqui de Israel Houghton, Darlene e Phil Wickham, com alguns elementos celtas misturado a um rock com muita energia, “Abra os olhos, Senhor, nós queremos vê-lo… Jesus seja revelado, nos aproximamos para ver Jesus face a face”. Um riff de guitarra triunfante que parece com Hillsong United abre a faixa Best for me – Melhor pra mim composta por Israel e Meleasa Houghton na letra temos “Eu vivo para testemunhar / Eu vivo porque Você morreu / E dou tudo de mim para Ti / O Senhor deu o seu melhor por mim!”. É engraçado como United tornou-se tão suave e frio, e a geração mais velha de Hillsong (do qual Darlene faz parte) tem a alta energia, o rock pesado presente nas canções de adoração congregacional. Ambas faixas foram gravadas recentemente pela Soraya Moraes em seu primeiro projeto pela Sony Music e Aline Barros gravou a segunda canção em seu novo projeto.

In Jesus Name – Em Nome de Jesus, esta será um clássico em todo o mundo, traz quase 10 minutos de faixa e consegue não nos entediar, muito pelo contrário envolve do início ao fim. Com a bateria marcando na intro e as palmas acompanhando de uma maneira vibrante. O interlúdio que há na música Darlene ministra de maneira incrível, esta é uma canção de batalha espiritual, onde entoamos “Deus está lutando por nós, dissipando as trevas, trazendo Seu reino, firmado pra sempre, no nome de Cristo, cai o inimigo, e bradaremos grande é o Senhor”, você se sente ministrado ao ouvir esta mesmo sendo uma canção agitada, esta foi composta por Darlene e Israel. A música possui versão oficial no Brasil e ganhou força com a banda paulistana Adoração e Intimidade.

Your Presence Is Heaven – Sua presença é o Céu composta por Israel Houghton e Micah Massey é uma daquelas músicas que você acaba de ouvir e se deixa levar, quando diz que “Tu és o cálice que não se secará” bem profunda a letra e serve de entrada para a faixa poderosa de adoração Victor’s Crown – A Coroa de Vitória composta por Darlene Zschech, Israel Houghton e Kari Jobe, há algo surpreendente nesta faixa que a deixa em um nível top demais lembra muito Hillsong nos anos 90. Uma canção apaixonante e congregacional. A ponte é particularmente inspiradora e poderosa um trunfo, e tem uma das linhas mais poderosas do álbum inteiro: “Cada coisa alta deve vir ao chão / Cada fortaleza será quebrada / Você usa a coroa do vitória / Você vai vencer, você vai vencer”. Esta faixa está presente também no novo projeto de Soraya Moraes.

Jesus At The Center – Jesus é o Centro composição de Israel Houghton, Adam Ranney e Micah Massey encerra este incrível álbum começando com apenas um piano que soa clássico diante do peso que a música ganha ao longo dos segundos. Houghton vem com um apoio vocal bem acentuado, mas a voz de Darlene brilha e produz aquele momento que só Darlene consegue trazer às canções congregacionais, há uma nostalgia nos tempos de Hillsong. Gravada em português por Davi Sacer.

Darlene Zschech não está aqui para reinventar a adoração e vez após vez grava canções verdadeiramente épicas. Ela está aqui apenas para adorar. Não é só o talento que a ronda, ela é ungida. As palavras de Revealing Jesus são simples, não há nada de novo, liricamente falando. Mas algo que ela nunca se cansa de cantar é sobre o que Jesus fez por nós, sobre Seu amor. Este álbum prova que é possível sim fazer um projeto congregacional e grande, algo que Hillsong deixou de fazer recentemente. Aqui no Brasil você pode encontrar o CD em versão simples pela Canzion do Brasil. Infelizmente eles não pesquisaram que existia a versão DELUXE do projeto com DVD.


 

darlenezschech_revealingjesusSelo: CanZion do Brasil
COMPRAR CD

Playlist: God is Here | Best For Me | All That We Are | In Jesus Name | Your Presence is Heaven | Victor’s Crown | Yours Forever | Magnificent | My Jesus, I Love Thee | Your Name – Cry of the Broken | I Am Yours | Jesus at the Centre

Partimos do ponto de vista que o nome Darlene Zschech é sinônimo de música de adoração. Não importa se em carreira solo ou junto com a congregação parece que seu trabalho é o mesmo que sempre foi: Declarar Jesus em adoração e trazer as pessoas ao Seu trono. Ela está fazendo o que ela faz de melhor em seu mais recente álbum ao vivo, Revealing Jesus. Foi líder de música da mega igreja australiana Hillsong durante anos, desde 1996, ano em que foi descoberto o álbum "Shout to The Lord". Ela tem vivido uma popularidade sem precedentes. Antes disso adorar costumava ser algo mais rígido e sem brilho, Hillsong pegou essa rigidez e a falta de brilho e se despiu disso tudo e trouxe a dança e o levantar de mãos para dentro da igreja e tudo para estar diante da presença de Deus. Darlene Zschech nunca lançou um álbum ao vivo em carreira solo. Embora tenha lançado três excelentes álbuns de estúdio, Revealing Jesus marca sua estreia gravando um álbum ao vivo sozinha, álbum que foi gravado na Church of the Highlands em Birmingham, Alabama, em 28 e 29 de setembro de 2012 e após o lançamento não tem como não afirmar que é o maior álbum congregacional ao vivo gravado em anos, uma obra prima! Revealing Jesus utiliza um modelo Hillsong, claro que soaria assim por que quem construiu a imagem do Hillsong foi Darlene e não poderia ser diferente este álbum e podemos até considerar que seja um álbum nostálgico, porém moderno pelas obras inclusas no projeto, já que Hillsong mudou muito após a saída da cantora. A obra ganha mais peso pela obra ser ter uma produção musical de Israel Houghton, o multi-ganhador de Grammy's Award e grandes ministros como Kari Jobe, Michael W. Smith e Mirian Webster que dão um peso a mais no projeto. Mesmo tratando de um álbum solo a cantora coloca em prática o que escreveu em seu livro "The Great Generational Transistor" que divide seus vocais e até mesmo deixa de aparecer em algumas canções dando destaque a seus vocais de apoio e as vezes até à banda que a acompanha, um bom exemplo para ministérios de música por aqui. As canções do projeto demonstram que Zschech é mais do que apenas uma cantora, ela é uma pessoa que adora e conduz o povo a adoração. A faixa de abertura é uma explosiva canção de celebração God is Here - Deus está Aqui de Israel Houghton, Darlene e Phil Wickham, com alguns elementos celtas misturado a um rock com muita energia, "Abra os olhos, Senhor, nós queremos vê-lo... Jesus seja revelado, nos aproximamos para ver Jesus face a face". Um riff de guitarra triunfante que parece com Hillsong United abre a faixa Best for me - Melhor pra mim composta por Israel e Meleasa Houghton na letra temos "Eu vivo para testemunhar / Eu vivo porque Você morreu / E dou tudo de mim para Ti / O Senhor deu o…

CD Revealing Jesus - Darlene Zschech

Total - 10

10

Geral

User Rating: Be the first one !
10