Login form protected by Login LockDown.


danielaaraujo2Sua primeira vez em um estúdio de gravação foi aos três anos de idade com seus irmãos Elen Diana, Suelen e Jorginho em uma participação especial no disco de seus pais Jorge Araújo e Eula Paula. E a partir disso, seus pais pensaram na hipótese de gravar um CD com eles surgindo assim “Turma do Barulho”. Foram doze CD’s gravados com seus irmãos. E agora ela que já fez inúmeras participações em CDs tanto trabalhando como backing vocal ou emprestando sua voz a uma participação especial em um trabalho, chega a sua vez de se lançar em carreira solo no mercado fonográfico.

Muitas pessoas a questionaram sobre este momento esperado, que é o seu primeiro CD solo, contou com a ajuda de muitos amigos, e principalmente de seu marido, Leonardo Gonçalves, e este sonho vem se realizando dia a dia e em breve ouviremos este belo CD. Ela muito temente a Deus, esposa, compositora compulsiva, apaixonada por fotografia deixou registrado aqui em nosso portal uma super entrevista descontraída com grandes detalhes deste que será o seu primeiro projeto.

CASAGOSPEL: Sua carreira no meio musical como foi o início?

DANIELA ARAÚJO: Eu comecei bem novinha! Meus pais Jorge Araújo e Eula Paula são cantores, e em um de seus discos, eu e meus irmãos fizemos uma participação, tinha apenas três anos, mas até que já cantava afinadinha, rss. Desde então, formamos um grupo infantil chamado Turma do Barulho. Eu tinha cinco anos quando lançamos o primeiro CD. Foram doze CDs juntos para crianças e posso dizer que foi divertido e uma grande escola pra mim.

CASAGOSPEL: Porque só agora gravar seu primeiro CD solo?

DANIELA ARAÚJO: Na verdade, meus pais gostariam que eu tivesse gravado quando ainda tinha dezesseis anos, mas eu sabia que não estava preparada. Eu não queria só cantar. Queria compor, arranjar, saber fazer a minha música direito e isso leva tempo. Trabalhei muito fazendo vocal e direção de voz em diversos estúdios, o que foi outra escola pra mim.

Nesse tempo todo, sempre houve cobranças e aquilo me mostrava de certa forma, a responsabilidade que eu tinha. Foi aí que me propus a fazer um disco que naquele momento, estava fora do meu alcance. E quando você está determinado a fazer algo difícil, isso leva tempo mesmo. Agora estou quase terminando e quando olho pra trás, percebo o quanto D-s têm me guiado e só posso agradecer.

CASAGOSPEL: Já chegamos a ouvir que a Daniela Araújo é o Leonardo Gonçalves, só que mulher, a comparação se dá pela qualidade e técnica vocal, e agora eles se casaram. Como tem sido o apoio dele neste projeto? Há algum tipo de cobrança sua ou por parte do público por você ser esposa do Leonardo?

DANIELA ARAÚJO: Sinceramente. Se o ‘Leozinho’ não estivesse do meu lado, eu já tinha desistido há muito tempo. Houve momentos em que ele acreditou muito mais do que eu nesse projeto!

E só depois de tê-lo conhecido, pude me assumir mais musicalmente, porque eu ainda era muito insegura. Sem ele, eu não poderia ter sonhado tão alto pro meu disco. Mas é claro que existe uma cobrança muito grande do público, mas sei que o que vai contar mesmo é o meu trabalho, e isso me fez desencanar dessas coisas. Mas nunca tive nenhuma situação, não. Eles têm sido acolhedores e até ajudam a divulgar meu trabalho pela net, e isso pra mim é uma benção grande. Muita gente também já sabe que eu canto e gravo desde pequena e isso também é bom. Mas até meu CD sair, vou procurar não me preocupar com essas cobranças porque sei que, pro bem ou pro mal, meu trabalho falará por mim.

CASAGOSPEL: No seu blog há um comentário quanto à demora da gravação do seu CD, que envolve diversos fatores e um deles foi de encontrar um estúdio que equilibre preço e equipamento. Encontrou o estúdio? E este projeto será independente por sua opção ou está analisando propostas para alguma gravadora?

DANIELA ARAÚJO: A nossa maior preocupação era o estúdio para gravação de voz e depois de muito procurar e alguns problemas, conseguimos nos decidir pelo Na Cena. Foi o equilíbrio perfeito pra nós, que no momento, estamos independentes.

Quando comecei a gravar esse disco, era minha opção ser independente, porque a maioria das propostas que recebi de gravadoras grandes tirava toda minha liberdade artística ou eu teria que gravar estilo X ou Y, o que me fez declinar. Naquele tempo, era mais difícil ver cantoras do meu estilo, mas hoje está mais comum e as gravadoras já investem nesse estilo. Agora com o CD quase pronto, já recebi uma proposta de outra gravadora e estamos “namorando” ainda, pensando com calma. Não é fácil ser cantor independente, temos muitos gastos, mas tudo tem seus dois lados.

Por isso estou orando muito pra que D-s nos dirija nessa decisão tão importante pro meu ministério.

CASAGOSPEL: O seu primeiro CD solo é muito aguardado pelo público, pois muitos a acompanham em participações especiais em outros projetos, mas agora será diferente com um trabalho todo seu. Quem é o produtor e o porque da escolha

DANIELA ARAÚJO: É até engraçado, porque ainda não colocamos dessa forma. Mas esse CD só será do jeito que será por essa mistura, cada um fazendo o que sabe. Jorginho Araújo nos arranjos junto comigo e em alguns teclados, direção de gravação de base junto comigo, também como engenheiro e nas edições. Leonardo Gonçalves na escolha do repertório, ordem de músicas, revisão de letras, produção de faixas específicas e é claro, sua opinião é extremamente importante pra mim. Ele editou em todas as fases do disco. Não participou das gravações de voz, pois estamos trabalhando com a fonoaudióloga Blacy Gulfier, eu e Blacy escolhemos os melhores ‘takes’ e ele terminou de editar a voz, o que fez muita diferença. Compus todas as músicas (exceto duas músicas) e fiz os arranjos depois desenvolvidos com meu irmão Jorginho na pré produção, decidi os músicos, os estúdios, em quais músicas iam cordas ou metais e a última palavra é minha. O Leo escolheu todos os arranjadores de cordas e metais, exceto pelo Lua Lafaiette que foi escolha minha. Não fiz nada sozinha, mas fui a única que estive em todos os momentos, decidindo o rumo das coisas e dando as ordens, rsr… por fim tive a oportunidade de conhecer um ótimo produtor brasileiro recém chegado de Nova York, pois morava lá há anos. Sua bagagem é incrível e acabamos fechando mixagem com ele, o que está me enriquecendo muito. No momento estamos na segunda parte da mixagem, onde fazemos pequenas alterações de volumes e detalhes nas músicas com as mixagens já concluídas.

Acho que fica claro o porque da escolha desses dois músicos como companheiros de produção. Não poderia estar em melhor companhia! Costumo dizer pro Jorginho que a minha música não existe sem a dele. Crescemos ouvindo as mesmas coisas, mesmas bandas, mesmo gosto pra mixagem, pra arranjos. O Leo foi uma benção que D-s mandou pra mim e esse cd também é dele. A gente sonha junto, temos os mesmos propósitos, preocupações e objetivos quanto a gravação de um disco cristão. Jamba foi outra benção pra essa produção e acho que o trabalho está aí. É uma grande oportunidade que temos pra juntar pessoas brilhantes e talentosas e poder equilibrar tudo o que eles podem te oferecer num projeto seu. Fora que estou tendo momentos maravilhosos e inspiradores, e estou aprendendo demais com o Jamba, que tem muita paciência comigo, rs.

CASAGOSPEL: Como foi a escolha do repertório deste CD, tem música sua, outros compositores, e num geral qual o tema central que você vai passar para o público?

DANIELA ARAÚJO: Bem, como eu falei quem escolheu meu repertório foi o Leo. Eu não sei se é só comigo ou se todos os compositores tem uma certa dificuldade na hora de fechar repertório com as próprias músicas, porque a cada dois meses eu mudava tudo! Então dei uma relação das minhas 25 músicas preferidas, rsr… e ele escolheu! Confiei, mesmo. Sendo assim, posso dizer que será um CD autoral, mas não poderia deixar de ter compositores amigos convidados! Uma música de Samuel Silva e outra de Rildo Lopes, ambos meus amigos.

Sendo um CD autoral, esse disco caminha por uma fase da minha vida, portanto são músicas particulares que estou compartilhando agora. Minha oração é que as pessoas sejam abençoadas de alguma maneira ao ouvir essas gravações, e acho que a vontade de todo o servo de D-s é essa. Que eu possa ser um canal, simplesmente isso.

CASAGOSPEL: Sabemos que o CD já está em fase adiantada com a cozinha gravada, as cordas e metais gravados em Praga, porque em Praga? Vemos que é um CD que está sendo feito com muito cuidado. Como é viver este sonho?

danielaaraujo1DANIELA ARAÚJO: Gravamos em Praga pelo custo/ benefício. O câmbio era favorável a nós e como o tio Willy tinha outros trabalhos a serem gravados por lá, juntamos todos os projetos e diminuímos os custos de logística.

Pra quem não sabe, o Willians Costa Jr. é um grande músico, atualmente nominado Diretor do Departamento de Comunicação da Igreja Adventista do Sétimo Dia Mundial, também pastor, maestro e compositor renomado. Além do tio Willy ter feito a regência da gravação em Praga, ele ainda escreveu um arranjo, o que pra mim foi uma grande honra. Ahh, e um dos arranjos mais lindos!

Não é difícil imaginar o quanto foi marcante pra mim assistir a gravação das minhas simples composições em Praga, no teatro Rudolfinun, um teatro do século XVIII, com músicos da orquestra filarmônica de Praga. Tínhamos o engenheiro, o produtor musical acompanhando a gravação, e mais o tradutor contratado.

Praga é simplesmente o lugar mais lindo da Europa, e eu fiquei quatro lindos dias de verão absorvendo toda aquela riqueza e vivendo algo que D-s tinha preparado pra mim. Só tenho que agradecer a D-s e me alegrar com minhas lembranças e o resultado disso, vocês verão logo logo, espero!

Gravamos voz no ‘Na Cena’ e foi muito agradável a nossa experiência. Estamos agora mixando o disco com o Jamba, que mora no Rio de Janeiro. Ainda não fechamos a mixagem, mas o disco está quase pronto!

CASAGOSPEL: O que tem a dizer àqueles que dizem que o seu CD está demorando? Há alguma previsão para este lançamento vir ao mercado?

DANIELA ARAÚJO: Ahahahaha… essa é a pergunta que mais ouço e recebo pela net, mas glória a D-s por isso! Até já me intimaram por causa das gravações. Às vezes, recebo mensagens do tipo: “é mentira, você não está gravando nada!” Ou: “mas que falta de respeito, essa demora é jogo de marketing!” Engraçado, vai! rss.

E eu me divirto, porque por outro lado, recebo muitas mensagens assim: “Estou ansioso pelo lançamento do seu CD!” Isso me alegra, me incentiva!

Eu não vou mais dar previsão porque senão vão mostrar essa entrevista como prova se ele não sair a tempo! rss… Mas posso dizer que eu realmente estou mixando, estamos vendo aonde vamos masterizar, já tirei as fotos da capa do disco com a fotógrafa Rejane Wolff, a arte do CD ficou por conta do Lucas Motta. Ufa, rsr… vai dinheiro, viu galera! Rss

CASAGOSPEL: A cada dia vemos um lançamento novo no mercado, gravadoras seculares pegando a sua fatia no meio cristão e estamos em alta. Agora o seu trabalho independente, tem montado/ pensado em alguma estrutura para a divulgação do trabalho?

DANIELA ARAÚJO: Não sei se continuo independente, não. Dá muito trabalho, irmão! rsr… de qualquer maneira, se o caso for ficar independente, com certeza vou trabalhar por uma estrutura.

CASAGOSPEL: Será mais intimista?

DANIELA ARAÚJO: Apesar do meu CD ser autoral, eu o considero bem pop, com influência forte no britrock, mas minhas referências vocais sempre foram no soul. Podem esperar muita guitarra, piano, arranjos de orquestra, e… bem, sou suspeita pra falar.

CASAGOSPEL: Procurará gravadora?

DANIELA ARAÚJO: Depois que meu CD estiver 100% pronto, quero mostrar pra algumas gravadoras, sim. Porque não mostraria? Preciso de uma estrutura pra distribuição, em primeiro lugar, e divulgação. Ser independente dá muito trabalho, e precisa de tempo, disposição e muito dinheiro… mas por enquanto, não espero nada e estou me preparando pra ser cantora independente. Oremos, rs…

CASAGOSPEL: E o que tem a dizer deste boom no mercado gospel?

DANIELA ARAÚJO: Com essa atenção que a música gospel tem recebido nos últimos tempos aqui no Brasil, vejo que mais cantores cristãos tem se preocupado e estão se propondo a fazer um trabalho com mais qualidade, em todos os sentidos.

Mais cantores com visão evangelística estão surgindo, sem medo de se assumirem, sem medo de se exporem musical e espiritualmente. Eu fico muito feliz, porque acredito que nós temos bons cantores, bons músicos, só precisamos saber aproveitar, saber produzir, investir e acreditar no poder da mensagem da Cruz. O fato dessas pessoas estarem conseguindo uma resposta positiva do público é a prova de que os cristãos não são tão ignorantes assim, como muita gente, tanto dentro como fora da igreja, pensam. Está na hora de pararmos de subestimar o público cristão.

CASAGOSPEL: Gostaria que deixasse uma mensagem a todos os internautas que a conhecem e estão na expectativa do lançamento do CD.

DANIELA ARAÚJO: Esse CD é um registro de alguns dos meus momentos com D-s e nada mais maravilhoso do que saber que, mesmo sendo tão errante, mesmo sendo como um grão de areia nesse universo, existe um D-s que nos ama com um amor de verdade. Um D-s que nos criou, que nos perdoou, que nos ouve e nos dá paz, e que plantou a eternidade em nosso coração. Vivam a vida da melhor maneira que puderem, amando a todos como a vocês mesmos, perdoando uns aos outros e adorando a D-s com tudo que vocês são. Viver é uma dádiva, e viver pra D-s é um privilégio. A vida é curta demais pra perdermos tempo com intrigas, guardarmos rancor de pessoas que amamos e devemos aproveitar bem esse breve tempo que temos na terra para plantar amor e sermos produtivos, pra quando olharmos pra trás, vermos que lutamos e vivemos por algo que valeu a pena.

Que D-s continue abençoando a cada um e agradeço a D-s todos os dias por ter a oportunidade de contribuir de alguma forma na vida de vocês, toda vez que abro a boca pra cantar. Continuem orando por mim e pelo Leo. E fiquem calmos, o CD está quaaaaaase!!! Beijão!

Contatos:

twitter: @EuDanielaAraujo
facebook: danielaaraujooficial

Crédito das Fotos: Rejane Wolff

O CasaGospel agradece a Daniela Araújo pela entrevista concedida, caro leitor aguardamos muuuuito a resposta, mas saiu a entrevista. A procuramos pelo twitter e ela prontamente atendeu. Isso é demais! Coisa rara.