Login form protected by Login LockDown.


Zekap: A gravadora que era pra ser pequena, mas ficou grande

zekaplogoFoi em junho de 2000 que o empresário Zezinho (José Carlos) Novarine após deixar a também extinta AB Records, hoje absorvida pela Sony Music, juntamente com a Cláudia Fonte, na época gerente de vendas da AB Records, foi chamada para ser sócia neste novo empreendimento e passou a dirigir artisticamente a gravadora Zekap Gospel.

A Zekap Gospel ficava situada em Bonsucesso, Zona Norte do Rio e a primeira produção da casa foi nada mais nada menos que Sérgio Lopes, um dos nomes mais respeitados do cenário cristão, excelente compositor e cantor. Alguns nomes em destaque na época que fizeram com que a Zekap ganhasse fama e se tornasse na época a gravadora que se estabeleceu e conquistou uma boa fatia do mercado cristão foram: Cláudia Fonte, atualmente na Sony Music divisão gospel, ela que é um dos nomes que marcou o mercado fonográfico cristão merece um bom destaque pelo seu trabalho desenvolvido na Zekap Gospel e Ana Paula Porto, que hoje integra o alto escalão da Graça Music.

Nas palavras de Cláudia Fonte “Quando viemos para cá a intenção era fazer uma gravadora pequena, que ajudasse a nossa igreja. Começamos e aí surgiu a oportunidade de fazer nosso primeiro CD, que foi o Sergio Lopes Ao Vivo”, mas quem conhece a gravadora sabe que não foi assim a história é bem outra vejamos o porquê:

Novos talentos foram procurados pra montar o cast, a jovem Pamela, hoje integrante da MK Music, sim ela que hoje é um ícone do pop cristão nacional, na época desconhecida foi contratada com seu estilo diferenciado foi ganhando público e a gravadora com uma excelente estratégia através de alternativas fez o nome da cantora em vários estados. Confira duas canções de destaque do CD Tudo que Sou, Tá na Hora de mudar e Levante a mão e cante.

Após a entrada de Pamela que deu um ar moderno na gravadora passou a investir em mais artistas de levada pop como a boyband Khorus e Rodrigo Vieira, filho da cantora Marilene Vieira.

Gisele di Mene ganhou expressão em seu segundo álbum que foi lançado pela Zekap que é o CD “Milagres” que considero ser o melhor álbum lançado pela cantora, um trabalho bem pop que explorou muito a sua extensão vocal. Abaixo uma das canções que fez sucesso neste álbum.

O Ministério Unção de Deus, que hoje integra a Graça Music, ganhou o Brasil com a canção “Fala Deus” trazendo na produção musical Ronald Fonseca que na época estava em ascenção hoje integrante do Trazendo a Arca. Vamos ouvir a canção “Fala Deus” numa versão Rit Acústico.

O cantor Val Martins e Luciano Manga passaram pela gravadora também, a cantora Melissa após sair da Line Records, deixou registrado na Zekap Gospel um belo CD que merece destaque “Sol da Justiça”.

O que muitos não sabem é uma das divas da música pentecostal integrou o cast da gravadora, ela Rose Nascimento lançou os CDs mais conhecidos de sua carreira “Sempre Fiel” “Sempre Fiel Ao Vivo” “Para o mundo ouvir” “Para o mundo ouvir Ao Vivo” “Louvores Ungidos da Harpa” e o único CD infantil da cantora “Aqui tem Alegria”.

Outra cantora pentecostal que conquistou o Brasil na Zekap foi Eliane Silva lançando o CD “É preciso ter fé” fixando um lugar no alto das prateleiras e a consagrou no meio fonográfico cristão, este foi o seu 10° CD, singles como: “É preciso ter fé” “Isso é coisa pra Deus” “Dono da Festa” “É Ele” e “Poderoso Deus”, são muitos singles para um CD só não acham? Pois é fruto do trabalho da Zekap com a cantora que a repaginaram e colocaram entre os grandes, confira uma das canções e relembre uma delas: “Isso é coisa pra Deus”.

Na minha concepção foi o melhor momento da cantora, onde ela conseguiu realmente uma gravadora e uma equipe de qualidade pra cuidar de sua carreira e foi na Zekap que Rose conseguiu que seu nome ganhasse mais expressão do que já tinha, podemos dizer que foi o casamento perfeito.

Cláudia Fonte à frente da Zekap podemos dizer que foi um tempo de novidades de movimento no mercado fonográfico cristão, tempo que passou e fez escola. Me lembro do relacionamento que a gravadora buscava junto a mídia, na época nós éramos o site Cifralex.com e estávamos dando os primeiros passos como imprensa, recebemos muitas dicas de Cláudia Fonte e equipe.

Enquanto a gravadora ficou presente no mercado fonográfico fez sua parte na história da música cristã nacional, trazendo bons lançamentos, investiu em novos artistas e hoje mesmo com o seu fim, parte de seu material pode ser adquirido pela parceria Zekap + Graça Music, que tem a ex-funcionária da Zekap Ana Paula Porto hoje como a principal na Graça Music, por isso a continuidade, realmente CDs como o de Rose Nascimento, Eliane Silva e Gisele di Mene precisavam ter continuidade, uma que são excelentes projetos e outra que são trabalhos que ainda geram demanda.

Para aqueles que curtiram esta matéria fiquem ligados que virão mais sobre o mercado fonográfico cristão.

Muitas referências vieram do extinto site Universo Musical, de outros sites e claro da convivência do autor desta matéria @alex_eduardo com as pessoas que trabalharam na Zekap Gospel.